23 de Novembro de 2008

O LOBO, O CABRITO E A COUVE

HISTÓRIA

Um barqueiro chegou á margem do rio com um lobo, um cabrito e uma couve, e pôs-se a
pensar a forma de atravessar o rio para o outro lado.
O problema era difícil de resolver, porque, como o barco era pequeno, cada coisa tinha de ir por sua vez.

Dizia o homem lá consigo:

-Se passo primeiro o lobo, o cabrito come a couve; se começo pela couve, o maroto do lobo papa-me o cabrito; se levo o cabrito, aí fico sobre brasas, pois não sei o que transportar em seguida...

Por fim bateu na testa, cheio de alegria, e exclamou:

-Achei!

E colocou logo em prática o seu plano:
Passou primeiro o cabrito, deixando sem receio o lobo e a couve; depois, levou a couve, mas trouxe o cabrito; em seguida transportou o lobo, que ficou esperando na outra margem ao pé da couve; finalmente passou o cabrito.
Provou assim o homem com a sua habilidade a verdade dos ditados: - Querer é poder; quem porfia mata caça.

Sem comentários: