30 de novembro de 2007

Noras e Picotas














ENGENHOS DE ÁGUA

TÉCNICAS ENGENHOSAS PARA REGAR OS CAMPOS

Engenhos milenares utilizados para elevar água e conduzi-la ao campo, as noras, as picotas (também conhecidas por cegonhas), além de outros, suportam técnicas primitivas de irrigação que fazem parte da nossa história agrícola.

Engenhos de água, espalhados por todo o país, que hoje encontramos em desuso ou que o progresso obrigou a adaptarem-se a sistemas de bombagem mecânicos ou eléctricos.

Introduzidas pelos árabes, as noras de tirar água são instrumentos fixos e circulares, usados para elevar a água de poços ou cisternas para, posteriormente, ela ser utilizada nas culturas de regadio. Caiadas de branco, ou não, são compostas por uma roda dentada que faz mover uma cadeia metálica, à qual estão presos os alcatruzes (baldes que transportam a água à superfície).

Inicialmente, eram accionadas por mulas, machos, burros ou bois que se deslocavam, normalmente de olhos vendados, em movimento circular à volta do engenho; mais tarde estes animais foram sendo substituídos pela força de potentes motores.
Outro método usado para irrigar os campos, nomeadamente pequenas culturas, e também na elevação de água salgada de pequenos poços, em zonas do país onde ainda se extrai sal gema, é a picota, também conhecida por cegonha, e muito utilizado na nossa região.

Uma técnica executada directamente pelo homem, que permitia tirar água com relativa facilidade dos poços pouco profundos e dos ribeiros, baixando e levantando um balde, quase sempre de madeira, preso no extremo de uma vara.
Heranças árabes que contribuiram para a evolução das culturas de regadio nos nossos campos e que ainda hoje, continuam a fazer parte da nossa riqueza paisagística.

TUDO É GRANDE QUANDO O AMOR É GRANDE!

Os mais novos e os mais crescidos
Vão juntar as suas mãos
Num projecto, bem unidos
Cantando a mesma canção...

Neste NATAL, vamos dar
Um presente aos mais pobres
Assim, é que é AMAR
Isto nos fará mais nobres!


A todos um bom Natal
O "Menino Jesus" nasceu!
Que todos em Portugal
Possam festejar, como eu!

Beijinhos da "amiguinha mais crescida"
Elisa

O Presépio

O primeiro presépio foi feito na Igreja de Santa Maria em Roma.
Rapidamente este costume foi alargado a outras Igrejas.
Foi S. Francisco de Assis (1181-1226), porém, o primeiro a apresentá-lo como a Bíblia descreve a Natividade.
Uma gruta, a mangedoura, animais e figuras esculpidas.
Esta representação ganhou raízes e tornou-se popular em todo o mundo cristão.

O Pai Natal casa com a Mãe Natal

Era uma vez um Pai Natal que ia a casa das pessoas. Uma vez, ele foi a casa de uma pessoa e entrou pela chaminé e ao entrar, escorregou e caíu.
-Aiiii! parti a perna.
E depois o Pai Natal pegou no seu telemóvel e telefonou à agência a dizer para mandarem outro Pai Natal.
Mas mandaram uma Mãe Natal.
E depois, ela foi visitá-lo ao hospital e disse-lhe que ele tinha partido a perna e que tinha de ficar engessada, dez dias.
A Mãe Natal era japonesa.
Passaram os dez dias e o Pai Natal podia começar a trabalhar.Depois conheceu melhor a Mãe Natal.
Começaram os dois a ir beber o café, a ir ao ginásio e ao cinema.
Depois o Pai Natal pediu a Mãe Natal em casamento e casaram-se.
Tiveram cinco filhos, mas saem, na mesma, à noite.

Como sei que os meninos da Turma D, da Escola Cruz d'Areia, gostam de espreitar
o blogue do Teclar, decidi enviar-lhes este conto, que foi escrito por um aluno do 6º ano.
Beijinhos para a todos. Margarida

Uma Colmeia é ...


Um convento bem fechado
Que não tem sinos nem torres,
Com muitas freirinhas dentro
E todas fazendo doce.

29 de novembro de 2007

Novidades Postal de Natal

Depois do desafio para a criação do Postal de Natal do Teclar começam a aparecer as primeiras mensagens de Natal no blogue!

Quanto ao Postal, como sabem o prazo de entrega das propostas, para votarmos no melhor postal, foi alargado para o dia 5 de Dezembro!
Enviam por mail para o meu endereço ou colocam directamente no blogue.

Nos dias 6 e 7 de Dezembro votamos no melhor postal, fazendo comentários nas mensagens de cada postal!


Hoje comunicámos através do Messenger para combinar como fazer as propostas em grupo para o postal e é Dia de Aniversário!! A Liliana hoje fez 10 anos! Uma década!
Parabéns Liliana!!


No dia 13 de Dezembro, vamos à escola dos Mais Pequenos!

Até lá deixo aqui mais algumas fotografias do último encontro presencial, no dia 15 de Novembro!

E quero acrescentar que além dos Pequenos e dos Crescidos, no Teclar colaboram as estagiárias da Licenciatura de Professores do Ensino Básico 1º ciclo (ESEL), a Diana, a Rita e a Telma, com a Prof. Conceição Coelho!


Fotografia de grupo no recreio da escola...
















Biblioteca da escola

Para todos os colegas do TECLAR



Árvore de Natal

Árvore de Natal quero armar
Dentro do meu coração
Em vez de presentes pendurar
Nomes dos amigos vou colocar

Dos amigos de longe e de perto
Dos antigos e mais recentes
Para que eternamente estejam
Sempre, sempre, presentes

Amiguinhos da Cruz d'Areia
Não os posso olvidar
Pois trabalham connosco
No PROJECTO TECLAR

São a Francisca, a Liliana,
O Pedro e o Miguel
E a todos quero dizer
Fazem bem o seu papel!

28 de novembro de 2007

Água potável

Nora, é um engenho para tirar água potável de poços ou cisternas. Constituída por uma roda com pequenos reservatórios.
Possui uma haste horizontal acoplada a um eixo vertical que por sua vez está ligado a um sistema de rodas dentadas, que faz circular um conjunto de alcatruzes entre o fundo do poço e a superfície, trazendo a água para uma calha que a conduz ao seu destino, ou seja à nossa casa ou ao campo para a rega.
Hoje em dia as noras estão em desuso e as existentes são apenas para recordar que existiram.

Água potável, estudar
Com o grupo dos "Pesquisadores"
No projecto Teclar
E o Pinto, um colaborador
Votos de bons testes
João S. Pinto

27 de novembro de 2007

TECLAR NA CRUZ DA AREIA

Mais uma vez o PROJECTO TECLAR está ligado a uma Escola, para colaborar com crianças e professoras. Desta vez é com as crianças da Escola B1 da Cruz da Areia.
Tem sido um trabalho interessante para todos nós, crianças e adultos, pois já foram à E.S.E.L. trabalhar connosco, e nós também já fomos muito bem recebidos na sua Escola.
Tenho-me apercebido que todas as crianças estão a gostar muito desta experiência, apesar de nós já podermos ser todos seus avós!
São crianças muito simpáticas, educadas, amáveis e muito habituadas às novas tecnologias e, quero dizer, que me têm ensinado algumas coisas!
A professora das crianças organizou os grupos, sendo o meu, da Ília e Helena, constituído pelos alunos: Liliana, Francisca, Pedro e Miguel. Deram ao nosso grupo, o nome de «DEFENSORES DA NATUREZA».
Todos estamos a preparar o trabalho que depois iremos apresentar em conjunto.
Ainda quero frisar que esta participação com as crianças me faz recordar, com muitas saudades, o tempo em que eu trabalhei com alunos, que hoje são: polícias, engenheiros, construtores, advogados, enfermeiras, domésticas, etc. etc. etc...

Animais em vias de extinção




























O António conheci
Era um bébé de encantar
E agora quem diria
Estar com ele a "navegar"...

Num projecto tão bonito
Chamado "Teclar"
Comigo também o Francisco
João Miguel e João Vitor a trabalhar..

"Protectores do ambiente"
Alguns animais vamos estudar
O falcão, a lontra e o lince
E também o urso Polar

Animais em extinção
Problema ambiental
Além da poluição
E o aquecimento global

Como está a ser divertido
Com os "mais novos" estudar
Convosco, os "mais crescidos"
Num projecto de encantar!

Da vossa amiga "crescida"
Elisa

Grande Projecto, "O TECLAR"

Para quem o computador era uma espécie de "bicho de sete cabeças", e hoje pouco sabendo, já faço o que para mim chegou a ser impensável. A aprendizagem no Teclar está a ser muito importante e por isso dedico já, com muito interesse, algum do meu tempo no enriquecimento desta bela experiência.
Também o contacto com as crianças nas escolas, tem sido muito enriquecedor, sobretudo pela apreciação que faço ao actual método de ensino; tudo muito diferente!

Quem se Preza ...


«Pá» para aqui; «pá» para acolá...
Não digas isso, Menino!
Não diz assim tanto «pá»
Quem se preza de ser fino!
Se te não prezas porém,
Se a ti nada se te dá,
Diz e repete: pá, pá...
Mas fica certo, Menino:
Não és um Menino fino!

Continuidade do Projecto Teclar

Neste ano, as pessoas integradas no Projecto Teclar da Escola Superior de Educação de Leiria, ano lectivo de 2007/2008, vão apresentar mais um trabalho de Ensinar e Aprender entre Gerações com as novas tecnologias, que são os computadores.
Este ano está em curso um intercâmbio com os alunos da Escola E B1/JI da Cruz d' Areia, sendo o tema seleccionado os Direitos dos Animais.
Organizaram-se os temas de trabalho de grupo sendo um adicionado ao Luís, David, Evandro, Margarida, José Ricardo e João Quinta. Este grupo, que se chama " Os Portugueses ", seleccionaram vários artigos sobre os Direitos dos Animais e vão apresentar o trabalho final em Powerpoint. É um assunto muito importante e nunca é demais debatermo-nos neste tema sobre a Protecção da Natureza.

Para nós "os Mais Crescidos", como nos nomearam, penso que tem sido uma experiência de participação, sentido de comunidade e partilha.
Muito envolvente e gratificante!
Abraços para o grupo Teclar e Prof. Joana.

26 de novembro de 2007

Aprendizagens no Teclar

Quando comecei a frequentar o projecto Teclar, praticamente não sabia nada (hoje ainda sei pouco), mas com os ensinamentos e paciência da Joana, aprendi a fazer pesquisas no Google, que uso muito, na Wikipédia, no Google Earth, no Leme, no Flickr... a comunicar através de e-mail, a escrever no blogue, com inclusão de imagens, que também faço com alguma regularidade, dependendo das efemérides.
No ano lectivo findo, interagimos com os alunos do 4º ano da Eb1 Paulo VI, trabalhámos em conjunto 6 maravilhas de Portugal. Eu, o colega João Quinta, a Cátia e o Diogo, o "Mosteiro de Alcobaça ". Foi uma experiência muito gratificante, até porque a nossa maravilha foi "eleita" e também pela valorização da auto-estima e aumento das possibilidades de aprendizagem e convivência social dos alunos envolvidos, segundo testemunho da respectiva professora.

Nesta 2ª parte do projecto, na aprendizagem entre os mais Pequenos e os mais Crescidos com a Escola B1/JI da Cruz D'Areia, começámos por nos encontrar no dia 8, na ESEL, além da apresentação dos grupos, escolhemos o tema do trabalho,"Animais em vias de extinção no território português", fizemos algumas pesquisas no google, o Jorge, a Sarah, a Bárbara, o Tiago Luis, o Dário e eu. É espantoso a facilidade como uma das pequenas copiou o que se encontrou para o Word e como um dos pequenos domina o google earth, demonstrando todos muito à vontade com as TIC.

Voltámos a encontrar-nos no dia 15, na Escola deles, fez-se selecção da informação já recolhida, tivemos visita guiada à Escola, incluindo a biblioteca, não faltou a fotografia no recreio, decidimos como vai ser apresentado o trabalho, em forma de livro, e conforme comunicação on-line da passada 5ª feira, além da águia real e cachalote, vamos incluir também o lince. Até ao próximo encontro todos temos de trabalhar.

Comunicação on-line através do MSN

Diálogo on-line dos Informáticos

Dário, Sarah, Tiago e Bárbara:
podemos apresentar os nossos trabalhos em livro. Que acham?
Graciete e Jorge:
é uma boa ideia, e já nos tinham dito isso, não é verdade?
Dário, Sarah, Tiago e Bárbara:
têm micro?
Graciete e Jorge:
não temos
Dário, Sarah, Tiago e Bárbara:
nós já temos mais trabalhos. Querem que vos enviemos por cd?
Graciete e Jorge:
podem mandar por email
Dário, Sarah, Tiago e Bárbara:
sim
Graciete e Jorge:
como pensaram fazer o livro, em Word? Com fotografias?
Dário, Sarah, Tiago e Bárbara:
Sim
Graciete e Jorge:
confirma-se só abordarem a águia real e o cachalote, ou todos os outros animais e que são: lince e pombo torcaz?
Dário, Sarah, Tiago e Bárbara:
sim
Graciete e Jorge:
sim, só o cachalote e àguia real?
Dário, Sarah, Tiago e Bárbara:
mais o lince
Graciete e Jorge:
tudo bem, assim já nos entendemos.
Dário, Sarah, Tiago e Bárbara:
sim muito obrigado.
Graciete e Jorge:
sendo assim temos que pesquisar melhor, o lince, a águia real e o cachalote, para no próximo encontro fazermos a avaliação do trabalho já feito.

Comunicação on-line

Excerto do diálogo on-line do grupo Defensores da Natureza:

Liliana, Francisca, Pedro e Miguel:
Estamos a avançar com o nosso trabalho
Maria da Cruz, Ília e Helena:
como querem apresentar o trabalho?
Liliana, Francisca, Pedro e Miguel:
estamos a fazer uma pesquisa num livro que a professora estagiária Diana nos emprestou
Maria da Cruz, Ília e Helena:
óptimo mas como querem apresentar?
Liliana, Francisca, Pedro e Miguel:
Nós queremos apresentar o nosso trabalho em forma de livro
Maria da Cruz, Ília e Helena:
ah julgávamos que era em power point
Liliana, Francisca, Pedro e Miguel:
Também pode ser
Maria da Cruz, Ília e Helena:
vocês é que sabem como desejam porque nós estamos à vossa disposição
Liliana, Francisca, Pedro e Miguel:
livro

25 de novembro de 2007

DESAFIO POSTAL DE NATAL


Aos grupos do Teclar é lançado um desafio!!

Individualmente ou em grupo, organizem-se e façam sugestões para criarmos o Postal de Natal do Teclar!

Cada proposta tem de incluir:
  • um desenho
  • uma mensagem de Natal.

As propostas têm de ser enviadas para o meu e-mail e da Prof. São, até ao dia 30 de Novembro, próxima 6ª feira.
Depois, as propostas serão colocadas no blog e todos devemos votar para escolhermos o melhor Postal.

O Post escolhido, mais votado, será entregue aos pais dos Alunos e familiares dos Crescidos!

Vamos a isso!

Apresentação dos Grupos de Trabalho

Depois de dois encontros presenciais e um encontro virtual está mais do que na hora de apresentar as equipas de trabalho dos mais Pequenos com os Amigos Crescidos:

Os Portugueses - Tema: Direitos dos Animais
Afonso
David
Evandro
João Quinta
Luís
Margarida
Zé Ricardo

Defensores da Natureza - Tema: Animais em vias de extinção e aquecimento global (especialmente o Urso Polar)
Francisca
Helena
Ília
Liliana
Maria da Cruz
Miguel
Pedro

Pesquisadores - Tema: Água Potável
Adelaide
Eugénia
Francisco
Frederico
Ilídio
João Pinto
Rafael
Tiago

Protectores do Ambiente - Tema: Animais em vias de extinção
António
Carlos
Elisa
Francisco Miguel
João Miguel
João Vitor

Informáticos - Tema: Animais em vias de extinção no território português
António Dias
Bárbara
Dário
Graciete
Jorge
Sarah
Tiago Luís

A FALTA DE CONSCIÊNCIA


Nenhum computador tem consciência do que faz. Mas, na maior parte do tempo, nós também não.

24 de novembro de 2007

Rómulo de Carvalho-António Gedeão

Comemora-se hoje o centésimo primeiro aniversário do nascimento, do professor e pedagogo, Rómulo Vasco da Gama de Carvalho, Licenciado em Ciências Físico-Quimicas. Exigente, comunicador por excelência, para ele ensinar era uma paixão, exerceu funções durante 40 anos e desenvolveu uma intensa obra científica.
Aos 50 anos, após ter participado num concurso de poesia, publica o 1º livro de poemas, com o pseudónimo de António Gedeão, enquanto o professor permanece no anominato a que se votou.
São de sua autoria entre outros 2 poemas muito conhecidos "Pedra Filosofal" e "Lágrima de Preta", que não resisto a incluir aqui:

Encontrei uma preta
que estava a chorar
pedi-lhe uma lágrima
para analisar


Recolhi a lágrima
com todo o cuidado
Num tubo de ensaio
Bem esterilizado

Olhei-a de um lado
do outro e de frente:
tinha um ar de gota
muito transparente

Mandei vir os ácidos
as bases e os sais
as drogas usadas
em casos que tais

Ensaiei a frio
experimentei ao lume,
de todas as vezes
deu-me o que é costume:

nem sinais de negro
nem vestígios de ódio
água(quase tudo)
e cloreto de sódio

21 de novembro de 2007

Aprendizagem entre Gerações

Na semana passada estivemos todos na sala da turma d, da Escola EB1 da Cruz d'Areia.
Pequenos e crescidos trabalharam em grupo, organizando as pesquisas realizadas anteriormente na ESEL.
Nos vídeos que se seguem podemos espreitar um bocadinho o ambiente vivido na sala!

Amanhã é dia de comunicação on-line!
Vamos comunicar entre as 11h e as 12h, através do Messenger, para fazer o ponto de situação dos projectos!



video



video

17 de novembro de 2007

Memorial do Convento

Celebram-se 25 anos sobre a publicação do "Memorial do Convento", no Palácio de Mafra, no dia em que passam 290 anos sobre o lançamento da 1ª pedra do monumento.

O Nobel da Literatura de 1998, José Saramago, que completou ontem 85 anos, apesar de oficialmente isso acontecer só amanhã, vai falar pela 1ª vez do"Memorial" no "Convento" dentro do monumento que o inspirou. Antes do colóquio pode ser feita uma visita guiada pelas áreas do monumento que têm relação com a obra de Saramago.

As celebrações dos 25 anos incluem o lançamento de uma edição especial de 35 mil exemplares.

Este romance foi adaptado para ópera pelo compositor italiano Azio Corghi, com o título "Blimunda", uma das personagens principais do livro.

Hino dos mais pequenos

Na 5ª feira, os mais pequenos ensinaram o hino da turma aos "amigos crescidos", onde acrescentaram uma quadra sobre o Teclar!


video

15 de novembro de 2007

Hoje os mais crescidos foram visitar os seus amigos mais novos à escola deles, na Cruz D'Areia!
Fomos muito bem recebidos por todos!
Os alunos cantaram-nos o hino da escola, ao qual acrescentaram uma quadra sobre a participação no Projecto Teclar. Foi delicioso! Agora também nós estamos a aprender para nos próximos encontros todos podermos cantar!
O plano do dia já estava escrito no quadro e pusemos mãos ao trabalho! Analisar a informação que tinha sido recolhida, pesquisar o que ainda era necessário, seleccionar informação, resumir, escrever... Foi uma manhã preenchida!
No intervalo, depois do lanche, com bolo de chocolate e tudo! :), fomos conhecer a escola, com uma visita guiada pelos alunos da turma D.
No final ainda tivemos direito a um presente, depois de reflectirmos sobre o trabalho desenvolvido e as aprendizagens realizadas durante a manhã!

Obrigado a todos pelos momentos vividos!



























































Mensagens dos mais novos

Olá amigos Crescidos
Obrigado por terem mandado as nossas pesquisas. Recebemos tudo. Estamos ansiosos
que chegue a 5ª feira para continuarmos o nosso trabalho. Vamos enviar-vos os
nossos trabalhos sobre o dia que passámos convosco.
Beijinhos e até 5ª Feira
Lili, Fran, Pedro e Miguel

----------------------------------------------------

O primeiro dia no projecto TecLAR

Começámos por nos apresentar. De seguida, fomos para os computadores e decidimos como fazer. Começámos por pesquisar os animais em vias de extinção. Encontrámos a Águia-Real. Fomos lanchar, era muito bom. Fomos à casa de banho e continuámos o trabalho. Acabámos o trabalho e viemos para a escola.
Dário

-------------------------------------------------

Como passei a manhã na E.S.E.L.

O que eu mais gostei foi que eu e o meu grupo trabalhámos os animais em vias de extinção no Território Português. Depois quando acabei o trabalho fui ao Google Earth, fui ver onde estava a minha escola e vi a igreja, a casa do Dário e a minha casa. Vi a casa do Sr. Jorge, que nos estava a ajudar a fazer o trabalho e também vi a praia do Pedrógão e da Vieira. Gostei muito desta visita.

Tiago Luís

-------------------------------------------------

Visita ao TecLAR

Quando nós chegámos à escola, começámos por escrever a data e o plano. A seguir, planeámos melhor o que iríamos fazer. Uma hora depois, fomos para o autocarro. Quando chegámos à Escola Superior de Educação de Leiria, fomos para a sala do projecto TecLAR, conhecemos os nossos amigos mais velhos, entre eles a Sra. Graciete e o Sr. Jorge.

Depois de nos termos apresentado, a Joana explicou-nos como tínhamos de o0rganizar o trabalho. O nosso grupo dividiu-se em dois. Eu e a Bárbara ficámos com a Sra. Graciete e o Tiago L. e o Dário ficaram com o Sr. Jorge. Fomos pesquisar nos computadores sobre animais em vias de extinção.

Fizemos uma pequena pausa e fomos lanchar com os nossos amigos.

Mais tarde, procurámos no Google Earth a localização da escola. A seguir fomos ao site do Leme ver jogos.

No final, a Joana deu-nos o site do projecto TecLAR.

Gostámos muito de trabalhar com os amigos mais velhos porque foi uma experiência nova e diferente do que é habitual. Os nossos amigos também gostaram de nos ter conhecido, de terem podido trabalhar connosco e de terem aprendido algo novo sobre computadores.

Sarah e Bárbara

Desenhos!!

Alguns desenhos enviados pelas mais novos aos amigos crescidos











Bárbara e Sarah










Dário











Liliana












Tiago

Na semana passada foi assim

Aqui deixo alguns dos momentos vividos no Teclar na 5ª feira passada, quando os alunos da Escola da Cruz D'Areia foram visitar a ESEL e conhecer os seus novos "amigos crescidos"!
Apresentaram-se, escolheram o tema que pretendiam desenvolver e trabalhar em grupo, a partir da Carta da Terra, e iniciaram as pesquisas na Internet.

No intervalo, partilhou-se o lanche, fazendo uma pequena pausa.
Voltámos ao trabalho, guardando as pesquisas realizadas e fazendo o ponto de situação do trabalho realizado e do que ainda era necessário fazer: pesquisar mais informação noutros recursos, como livros, revistas, jornais; seleccionar a informação, organizar, decidir o formato final do trabalho, entre outras fases.

video

14 de novembro de 2007

«Cobertores de Papa»


Ao consultar o blogue «Café Mondego», pois este era o nome de um café muito antigo da Guarda, despertou-me a atenção, e vi que fazia referência à minha cidade da Guarda!
Como não podia deixar de ser, tive curiosidade de o consultar e qual não foi o meu espanto, quando vi este «lindo» modelo de casaco de Inverno, feito de «Cobertor de Papa». Estes cobertores eram muito usados na região pelos pastores que levavam os seus rebanhos para a Serra da Estrela mas também para as pessoas usarem em substituição, do actual «Edredão». Eram feitos apenas no Concelho da Guarda, mais concretamente, numa aldeia chamada MAÇAINHAS, em teares manuais, onde ainda hoje existe um, pertencente ao SR. JOAQUIM FREIRE.
E para provar de que um produto tradicional pode ter uma dimensão contemporanêa e criativa, o estilista FILIPE FAÍSCA, criou este original modelo.

Dia Mundial do Diabetes é Azul

" Crianças e Adolescentes" é o tema de 2007
Hoje, dia 14 de Novembro diversos monumentos ao redor do mundo, estarão iluminados na cor azul, para alertar a população e sociedade sobre os riscos da doença.
Em Portugal, estarão iluminados a Câmara Municipal de Lisboa, Torre dos Clérigos no Porto e o Templo Romano em Évora.
A, ONU reconhece o diabetes como epedemia mundial.
Este ano o tema escolhido foi " A Diabetes nas crianças e nos adolescentes " por ser uma das doenças crónicas mais comuns na infância.
O objectivo é lutar para que nenhuma criança fique sem tratamento ou morra por causa do diabetes. Conheça o hotsite dessa mobilização global, saiba o porquê do assunto escolhido, acesse dados estatísticos e outras informações uteis.
ENVOLVA-SE.

11 de novembro de 2007

Fotografias do 1º encontro!

Estas são algumas das fotografias de 5ª feira passada, o 1º encontro entre os "Crescidos" do Teclar (como lhes chamaram as crianças) e os alunos do 4º ano, turma D, da Escola da Cruz D'Areia.
Na próxima 5ª feira, os "Crescidos" vão à escola primária para continuarem com os trabalhos que iniciaram, com as pesquisas, selecção e organização de informação.

Até lá!
Joana









































































































10 de novembro de 2007

S. Martinho







É noite de S. Martinho e vou escrever alguns provérbios que dizem respeito a este Santo:

Pelo S. Martinho, semeia favas e linho!
Pelo S. Martinho, deixa água para o moinho!
Dia de S. Martinho, mata o teu porco e prova o teu vinho!
Dia de S.Martinho, castanhas e vinho!
Se queres pasmar o teu vizinho, lavra e estruma no S. Martinho!

No dia S. Martinho, castanhas e vinho

É nossa tradição comemorar o dia 11 de Novembro, junto da família e amigos comendo umas castanhas assadas bem quentinhas ou cosidas com a erva-doce e bebendo um copo de água-pé ou geropiga.
É o dia de S. Martinho com os seus ditados populares muito interessantes e curiosos, deixados pelos nossos antepassados.
Segundo a lenda, Martinho era um cavaleiro romano que, num dia muito frio e chuva, encontrou um mendigo quase enregelado, que lhe estendia a mão.
O cavaleiro, que não levava consigo nenhuma moeda, num gesto de solidariedade, cortou ao meio com a sua espada, a capa que o cobria e tapou assim o mendigo, preparando-se para continuar viagem.
Subitamente, parou a chuva e o frio e um dia de Inverno deu lugar a um autêntico dia de Verão.
É costume dizer-se que nesta altura do ano vem sempre o Verão de S. Martinho e o facto é que neste dia o sol raramente falta e é um bom companheiro, principalmente para as pessoas mais idosas e crianças.

8 de novembro de 2007

Amanhã é dia de encontro e aprendizagem inter-geracional!
Os alunos da turma D, do 4º ano, da Escola EB1 da Cruz D'Areia vão à ESEL!

Adultos e crianças vão conhecer-se, organizarem-se e escolher temas para trabalhar e desenvolver nos próximos tempos, servindo-se das tecnologias ao serviço da aprendizagem!















E esta foi a resposta dos alunos ao nosso e-mail com o convite para virem à ESEL:


Amigos Crescidos
Muito obrigada pelo convite. Amanhã vamos ter convosco. Até já nos organizamos
em grupos, para ser mais fácil. Esperamos fazer coisas giras. Estamos com
muita vontade de vos ir conhecer e trabalhar convosco.Depois queremos que
também venham conhecer a nossa sala e a nossa escola, está bem? Achamos que
vão gostar...
Beijinhos para todos, dos meninos e meninas da Turma D

Escreveram este mail: Liliana, o Rafael e a Dário.
beijinhos

7 de novembro de 2007

CANETA


Foi há muitos, muitos anos,
Que com ela se escreveu!
Mas agora todos sabem,
Que é uma peça de Museu!

Mulheres Famosas

Marya Skldowka Curie, nasceu em Varsóvia, a 7 de Novembro de 1867- há 140 anos- a caçula de 5 filhos de um professor de Fisica, dotada de uma memória excepcional, inteligência invulgar, voluntariosa, bonita, tenaz e sobretudo precoce, aos 4 anos já sabia ler e era sempre a 1ª em todas as matérias na escola.
Foi a 1ª mulher a leccionar na Sorbone, onde se licenciou em Ciências Matemáticas e Física.
Foi a 1ª Pessoa a receber 2 prémios Nobel em campos diferentes, em 1903 com seu marido Pierre Curie e Antoine Henri Becquerel, o de Física e passados 8 anos o de Quimica em reconhecimento pelo descobrimento dos elementos rádio e polônio.
Morreu a de Julho de 1934, com anemia, mal que contraiu manejando o terrivel elemento que descobriu.
Em 1995 os seus restos mortais foram transladados para o Panteão de Paris, tornando-se a 1ª Mulher a ser sepultada naquele local.

5 de novembro de 2007

DA GUINÉ


A SAUDADE SÓ A TEM QUEM A SENTE

RECORDAÇÕES

Um Vampiro a Recordar ....

A vila do Cacheu, por onde esvoaçou cerca de um ano. Aqui recorda os agradáveis momentos que passou praticando canoagem e pesca neste grandioso rio (Cacheu).

Recordar é viver.

4 de novembro de 2007

O OUTONO


A andorinha partiu.
O Sol mais cêdo se deitou.
Então o frio surgiu,
Foi o Outono que chegou.

A videira triste a chorar,
Pois sem uvas ela ficou.
Cheira a vinho novo no lagar,
Foi o Outono que chegou.

As aulas já começaram.
O vento assobiou.
As folhas soltas dançaram,
Foi o Outono que chegou.

O cheiro a castanha assada,
No ar já se notou.
Festa a S.Martinho festejada,
Foi o Outono que chegou.

Cidade do Lis - Informação


Realizou-se no passado Sábado dia 3 ,
uma CAMINHADA, sob o lema: "Prevenção do Cancro do Cólon", organizada pelo Serv. de Gastrenterologia do Hospital de Stº André. Partindo do Largo do Papa, seguindo sempre junto ao rio (percurso pedonal) até S.Romão.
Teve o patrocinio de diversas instituições tais como: Inatel, Farmácia Sanches, Câmara Municipal, Região de Leiria, Continente, entre outros.
Foi-nos oferecida uma T-shirt verde entre outras coisas. Uma tarde de "saúde", onde podémos saber como "ela" se encontrava, já que dentro dum grande pavilhão, se poderiam fazer alguns exames rápidos tais como: ao colestrol, diabetes, tensão, etc.
Estiveram presentes umas centenas largas de pessoas de todas as idades da nossa região.Uma iniciativa de louvar e continuar...
E como estamos na cidade do Lis, aproveito para informar que esta flor, símbolo do poder e soberania, foi trazida para a Europa no final do Sec. XVI.


3 de novembro de 2007

O homem das castanhas


Ao canto do Outono, à esquina do Inverno,

O homem das castanhas é eterno.

Não tem eira nem beira, nem guarida,

E apregoa como um desafio.

Quem quer quentes e boas, quentinhas?

A estalarem cinzentas, na brasa.

Quem quer quentes e boas, quentinhas?

Quem compra leva mais amor p'ra casa.


Enxerto de um poema de Ary dos Santos.

LAIKA



A TRIPULANTE DO SPUTNIK II

Quase toda a gente sabia até há uns anos atrás, qual foi a primeira cadela no espaço. Todavia poucos sabem qual a verdadeira história desta cadela e de outros cães, lançados no espaço, e que inicialmente eram todos recolhidos nas ruas de Moscovo.
A primeira utilização de cães na história do espaço foi a 15 de Agosto de 1951 com Dezik e Tzygan que efectuaram com sucesso um voo sub-orbital. Porém não sobreviveram a um segundo voo realizado em Setembro do mesmo ano.
Todos estes nomes no entanto caíram no esquecimento, somente um sobreviveu. "LAIKA".
Foi no dia 3 de Novembro de 1957 às 22 horas e 28 minutos que é lançado um novo satélite, levando a bordo a cadela "LAIKA".
LAIKA, uma pequena cadela meiga de pêlo branco e negro, com 2 anos de idade e 6 Kgrs. de peso, é fixada por correias ao habitáculo e alimenta-se de uma ração especialmente preparada para o efeito. Antes de ser seleccionada teve que passar por vários testes de voo. Um reservatório na base do seu fato recebe as suas urinas e excrementos.
Aquando do lançamento e devido ao barulho ensurdecedor e às múltiplas vibrações, Laika uiva incessantemente. Durante a aceleração encontra-se fixada ao chão da cabina com um ritmo cardíaco quase 3 vezes superior ao normal.
Sempre se soube que Laika não deveria voltar à terra, pois o Sputnik II, o satélite que a transportava, não possuía forma de o fazer. Existiam graves problemas de regulação térmica e após 4 horas de voo Laika faleceu pelo calor, sem dúvida, sofrendo atrozmente com o calor, desidratação e convulsões.
A 14 de Abril de 1958, após percorrer 100 milhões de quilómetros, o Sputnik consome-se na atmosfera com os restos mortais de Laika.
Em homenagem a este sacrificado animal em prol da ciência, milhares de cadelas em todo o mundo foram baptizadas com o seu nome. "LAIKA".
Desde 1997 que Laika possui a sua placa em Baikomer, cidade das estrelas, em Moscovo.

1 de novembro de 2007

FOTO DA NOITE



TELHADOS ILUMINADOS

Estes telhados iluminados numa colina por cima da cidade chinesa de LIJIANG, são um destino turístico muito procurado. A cidade da província de YUNNAN foi declarada património mundial da Unesco depois do terramoto ter destruído grande parte dela em 1996. A reconstrução manteve-se fiel ao estilo original e agora ilumina a noite chinesa.